sexta-feira, 24 de março de 2017

Cleber Verde recebe embaixador da República Dominicana e defende ampliação de acordos comerciais

O líder Cleber Verde (PRB-MA) recebeu o embaixador da República Dominicana no Brasil, Alejandro Arias Zarzuela, na manhã desta quinta-feira (23), em seu gabinete, na Câmara dos Deputados. Durante o encontro, Verde confirmou sua presença no III Fórum de Parlamentares das Pescas e Aquicultura da América Latina e do Caribe, que acontecerá nos dias 30 e 31 de março, em Santo Domingo, capital da República Dominicana.
“Quero confirmar nossa presença no terceiro fórum promovido pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO). Tive a honra de coordenar a segunda edição do evento, que ocorreu no Brasil, em 2015. Também registro a criação do Grupo Parlamentar Brasil – República Dominicana, fruto de uma iniciativa de uma parlamentar republicana, a deputada Rosangela Gomes, do Rio de Janeiro. Somos parceiros da República Dominicana. Acredito que será uma ótima oportunidade para estreitar as relações de amizade e, em um segundo momento, ampliar as relações econômicas entre os países”, disse.
O embaixador lembrou que as relações internacionais vão além de apenas o relacionamento entre os governos. “Esse vínculo entre as câmaras vai alavancar ainda mais esse intercâmbio cultural. O comércio entre a República Dominicana e o Brasil movimenta algo em torno dos 450 milhões de dólares/ano. Exportamos para o Brasil, sobretudo produtos hospitalares e materiais cirúrgicos. Importamos maquinaria e veículos. São componentes de muito valor agregado. Mas acredito que ainda podemos ampliar muito essa parceria”, afirmou o embaixador Alejandro Arias Zarzuela.
Por fim, Cleber Verde adiantou que participará da solenidade de abertura do III Fórum de Parlamentares das Pescas e Aquicultura da América Latina e do Caribe, juntamente com mais cinco deputados brasileiros. “Como presidente do fórum, cumpriremos o protocolo de entregá-lo à presidência da República Dominicana, que irá conduzir o restante das atividades”, finalizou.

Por Mônica Donato (Ascom Liderança do PRB na Câmara)
Foto: Douglas Gomes

quarta-feira, 22 de março de 2017

Cleber Verde participa da maior feira da Aquicultura dos EUA e defende inclusão da Pesca no MDIC

unnamed
O líder do PRB na Câmara, deputado Cleber Verde (MA), integrou a comitiva de brasileiros que participou da Seadfood North America Boston, nos EUA, de 17 a 23 deste mês. Também estiveram presentes o secretário Nacional da Pesca, Dayvson Souza, o conselheiro do Consulado, Breno Hermann, e um grupo de empresários brasileiros do setor.
O republicano elogiou o Pavilhão Brasileiro, que foi disponibilizado na exposição. “O Brasil foi muito bem representado por mais de 26 empresas que lá estiveram fazendo exposição de suas lagostas, camarões e pirarucus. É uma janela de negócios que se estabelece e pode ser ampliada. Nós entendemos que a Pesca deve estar no Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC) para aumentar nossa produtividade e competitividade”, defende Cleber Verde.
17353314_1239921892789586_3850497171148184132_nSegundo o deputado, é preciso criar mecanismos para desburocratizar o setor e dar as condições para que o país explore todo o seu potencial. “A aquariofilia, por exemplo, que é a prática de criar peixes ornamentais e outros organismos em aquários, é outra importante atividade que precisa ser apoiada para exportação”, acrescentou.
Por fim, Verde apoia uma modernização das frotas e das embarcações. “Volto para o Brasil convicto de que o governo está fazendo sua parte. Precisamos, de uma forma bastante rápida, trabalhar para gerar mais emprego e renda e criar novas oportunidades que fortaleçam nossa balança comercial”, finalizou.

Por Mônica Donato (Ascom Liderança do PRB na Câmara)
Fotos: divulgação 

sexta-feira, 17 de março de 2017

Brasil-Peru: aprovado relatório do líder Cleber Verde ao Acordo de Ampliação Econômico-Comercial

Texto do acordo define um marco normativo para o comércio bilateral em ambos os países
O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, na manhã desta quinta (16), o relatório do líder Cleber Verde ao Acordo de Ampliação Econômico-Comercial entre a República Federativa do Brasil e a República do Peru. Segundo o relator, o acordo estabelece liberalização de serviços e abertura dos mercados de compras públicas entre os dois países.
“O Acordo de Ampliação Econômico-Comercial, assinado pelo ministro Marcos Pereira, foi elaborado nos moldes dos Acordos de Cooperação e Facilitação de Investimentos, é o primeiro a conter uma seção especificamente voltada a compras governamentais. A partir disso, as licitações peruanas de bens e serviços ficam automaticamente abertas para as empresas brasileiras, bem como as licitações brasileiras para as empresas peruanas”, explica Cleber Verde.
Segundo o líder republicano, na área de serviços, prestadores brasileiros passam a ter condições de participação em setores de grande interesse, como tecnologia de informação e comunicação, serviços de turismo, de transporte, de engenharia, de arquitetura e de entretenimento. Na área de investimentos, o acordo prevê garantias de não discriminação, que garantem a prevenção de controvérsias por meio da arbitragem.
Para o ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira, “o acordo favorece maior integração, melhor circulação de bens e pessoas, bem como mais adequado aproveitamento do potencial econômico-comercial bilateral”.
Na avaliação do deputado, o acordo também deverá dinamizar a circulação de bens e pessoas, além de favorecer o estabelecimento de empresa nos dois países. “Há também a previsão para estabelecimento de agendas de cooperação e facilitação de investimentos em áreas com potencial para os negócios”, acrescentou.
O Projeto de Decreto Legislativo 599/2017, de autoria da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional, é oriundo da Mensagem nº 713, de 2016, do Poder Executivo.
Por Mônica Donato (Ascom Liderança do PRB na Câmara)
Foto: Douglas Gomes

quinta-feira, 16 de março de 2017

Cleber Verde declara apoio às instituições filantrópicas

unnamed
O líder Cleber Verde (PRB-MA) recebeu nesta quarta-feira (15), na liderança do partido na Câmara, representantes do Fórum Nacional das Instituições Filantrópicas (FONIF) para debater a PEC da Reforma da Previdência. A visita se deu em virtude das recentes afirmações do relator da proposta, deputado Arthur Oliveira Maia (PPS-BA), de que incluirá em seu parecer o fim das isenções concedidas a essas entidades.
unnamed (1)​Verde disse que reconhece o trabalho feito pelas instituições filantrópicas e declarou apoio à causa. “Se o governo dá esse tipo de apoio à filantropia, com certeza, o retorno que o Brasil inteiro ganha é infinitamente maior. Portanto, que este seja um momento de reflexão para que a gente possa consolidar e garantir ainda mais apoio às instituições que compõem o FONIF”, afirmou.
O republicano sugeriu ao presidente da FONIF, Custodio Pereira, que ele marque uma audiência com o governo para apresentar uma contraproposta, já que o texto original da PEC não menciona o fim da isenção a essas entidades. “Na condição de parlamentar aliado do governo, creio que o FONIF tem muito a acrescentar ao projeto do Executivo. Vocês precisam dialogar”, ponderou o republicano.
Segundo Custodio Pereira, entidades filantrópicas fazem 53% dos atendimentos do Sistema Único de Saúde (SUS). Na educação, o setor é responsável por mais de 600 mil bolsistas e 62,7% de todo o atendimento gratuito em assistência social é realizado por essas instituições. “O que aconteceria se a filantropia acabasse? O governo não teria condições de assumir todo o trabalho que nós fazemos e tudo isso recairia sobre a população e também sobre os parlamentares, que permitiram a aprovação desse item na reforma”, acrescentou.
FONIF
O fórum teve início em 2013 quando 40 mantenedoras de instituições filantrópicas da educação, saúde e assistência social se reuniram em São Paulo para debater a respeito da insegurança jurídica do setor.
Por Fernanda Cunha (Ascom Liderança do PRB na Câmara)
Foto: Douglas Gomes 

quarta-feira, 15 de março de 2017

Líder do PRB apoia parceria entre parlamentares e ABDI para fortalecer setor industrial nos estados


Luís Augusto, presidente da ABDI, e o líder Cleber Verde
O líder Cleber Verde (PRB-MA) participou nesta quarta (15) de café da manhã da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), na Câmara dos Deputados. Segundo Luís Augusto de Souza, presidente da ABDI, o evento marcou o início de uma série de debates, que acontecerão a cada dois meses na Câmara e no Senado Federal, com foco no desenvolvimento da indústria no âmbito dos estados. Parlamentares, representantes do setor industrial e das entidades associativas também estiveram presentes.
Cleber Verde parabenizou a iniciativa e defendeu a nova estratégia utilizada pela agência, que é ligada ao Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC). “O encontro foi muito bem articulado. Iniciativas como essa nos fazem perceber o avanço significativo que o setor vem registrando nos últimos meses. Com o auxílio da ABDI, só temos a ganhar mais”, complementou.
Por determinação do ministro Marcos Pereira, a ABDI, que é a única agência de inteligência do governo federal no setor da indústria, ampliará o campo de atuação e agirá diretamente nos estados. “A ABDI está se reaproximando do Parlamento para entender as necessidades de cada lugar e traçar estratégias específicas de atuação”, explicou Luís Augusto e adiantou que o desenvolvimento da região Norte é prioridade.
Na avaliação do líder, estimular a indústria é um dos melhores caminhos para recuperação da economia. “Se a indústria vai bem, os postos de emprego aumentam e o Brasil arrecada mais. Agindo dessa maneira o governo demonstra que está no caminho certo”, finalizou.
Fernanda Cunha (Ascom Liderança do PRB na Câmara)
Foto: Douglas Gomes 

terça-feira, 14 de março de 2017

Cleber Verde destaca importância da SUFRAMA em discurso na Câmara

Durante sessão solene em homenagem aos 50 anos da Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA), o líder do PRB na Câmara, deputado Cleber Verde (MA), destacou a importância da autarquia para o desenvolvimento sustentável do país. Segundo o republicano, a coexistência pacífica da preservação ambiental com uma intensa produção industrial permitiu não só o crescimento econômico e social da região, como também, a preservação de 98% da floresta Amazônica.

“Vinculada ao Ministério da lndústria, Comércio Exterior e Serviços – onde está nosso Ministro Marcos Pereira, – a SUFRAMA ajudou na construção de um modelo de desenvolvimento regional que utiliza de forma sustentável os recursos naturais, assegurando viabilidade econômica e melhoria da qualidade de vida das populações locais. Neste aniversário de meio século, a Suframa já nos deixou a herança da implantação dos três polos da Zona Franca de Manaus, quais sejam, o comercial, o industrial e o agropecuário”, destacou Cleber Verde.
O líder republicano lembrou que o órgão vem promovendo a interiorização do desenvolvimento por todos os estados de sua área de abrangência – Acre, Amazonas, Rondônia, Roraima e Amapá. “O Polo Industrial da Zona Franca é considerado sua base de sustentação, pois possui cerca de 600 indústrias de alta tecnologia gerando mais de meio milhão de empregos, diretos e indiretos, principalmente nos segmentos de eletroeletrônicos, duas rodas e químico”, disse.
Saiba mais
O faturamento desse Polo gira em torno de R$ 73 bilhões por ano. Dentre os produtos ali fabricados, destacam-se: aparelhos celulares e de áudio e vídeo, televisores, tablets, computadores, aparelhos de ar condicionado, motocicletas e concentrados para refrigerantes.
O Polo Agropecuário abriga projetos voltados a atividades de produção de alimentos, agroindústria, piscicultura, turismo, beneficiamento de madeira, entre outras. A Zona Franca de Manaus é um polo dinâmico que atraí comerciantes com experiência internacional e intensifica o fluxo turístico doméstico, gerando empregos e aumentando a tendência de crescimento do valor das importações. Dados de 2013, aliás, nos mostram um volume de importações de mais de US$ 344 milhões de dólares.
Dados de 2012 mostram que, apenas de Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), foram recolhidos R$ 629 milhões. Em 2013, a capital amazonense foi responsável por mais de 50% do montante total dos R$ 872 milhões arrecadados pela Receita Federal no estado. Além do recolhimento de impostos federais e estaduais, a Suframa possui inúmeros projetos de apoio à infraestrutura econômica, ao turismo, à pesquisa & desenvolvimento e à formação de capital intelectual, ampliando a produção de bens e serviços e qualificando os trabalhadores locais.
 
Por Mônica Donato (Ascom Liderança do PRB)
Foto: Douglas Gomes

segunda-feira, 13 de março de 2017

Cleber Verde quer revisão do edital do PRONATEC para garantir mais vagas aos estudantes

PRB (B) 2017_03_13-730O líder do PRB na Câmara, deputado Cleber Verde (MA), recebeu nesta segunda-feira (13), o deputado estadual do PRB da Bahia, José de Arimateia, e a presidente da Associação Nacional das Escolas de Educação Profissional Técnica e Tecnológica (ASNEPT), Maria do Socorro Adorno Cerqueira. Eles reivindicam a revisão do edital do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), lançado no último dia (2).
Segundo Maria do Socorro, foi feita uma pesquisa minuciosa e constatou-se que haverá uma sobra de mais de 9 mil vagas do programa. “Nossa preocupação é que vão ficar quase 10 mil jovens sem atendimento. O objetivo da nossa vinda é para pedir o apoio do líder Cleber Verde no sentido de encaminhar um ofício ao Ministério da Educação para que as 82 mil vagas que estão sendo divulgadas na mídia sejam, de fato, disponibilizadas para os jovens aprendizes”, explicou.
O deputado estadual do PRB da Bahia, José de Arimateia, que também é presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Protagonismo Infanto-juvenil, disse que vai lutar para que o estado da Bahia receba aquilo que lhe é de direito. “O que foi publicado no edital não corresponde à realidade. Só duas cidades foram contempladas. Já estivemos no Ministério da Educação e também pedimos a revisão do edital. O objetivo de estarmos aqui hoje é para unirmos forças com o nosso líder Cleber Verde, pois sabemos que essa luta é de todos os que defendem a educação brasileira”, afirmou.
O deputado Cleber Verde se comprometeu em encaminhar um ofício ao Ministério da Educação pedindo para saber quais foram os critérios da pesquisa que deu origem ao edital publicado pelo MEC. “Esse edital já vai entrar em vigor 17 de abril. Temos uma certa urgência para tomar as providências e modificá-lo. Podem contar com o meu apoio”, finalizou o republicano.
Por Mônica Donato (Ascom Liderança do PRB na Câmara)
Foto: Douglas Gomes